Rogério vai à Brasília e tenta impedir aumento da tarifa de transporte público em Osasco

O prefeito de Osasco, Rogério Lins, está reunido, com prefeitos de todo o Brasil, que fazem parte da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), para pedir aos governos estadual e federal subsídios ao transporte público.

O encontro acontece devido aos consecutivos aumentos da Gasolina e do Diesel este ano e por isso os prefeitos estão solicitando aos governos federal e estadual, subsídios para o Transporte Coletivo das Cidades. “Se isso não acontecer, as empresas de ônibus poderão aplicar reajustes de até 50% na tarifa, já que estão há 3 anos sem reajuste. Em Osasco, as empresas solicitaram uma tarifa acima de R$ 6,00, mas não admitiremos que todo esse aumento aconteça”, disse o prefeito Rogério Lins.

Segundo Lins, caso não haja subsídio por parte do governo estadual e federal, ele trabalhará para que o aumento seja o mínimo possível. “A Prefeitura, se for necessário, subsidiará com recursos municipais parte do reajuste solicitado, para reduzirmos o máximo possível, o impacto à nossa população”, concluiu Rogério.

O último reajuste aconteceu no final de dezembro de 2018, quando aumentou para R$ 4,50.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *