Prefeitura de Itapevi suspende aplicação da vacina AztraZeneca em gestantes

Nenhuma grávida foi vacinada com esse imunizante em Itapevi

Seguindo as orientações da Anvisa, a Prefeitura de Itapevi suspende, imediatamente nesta terça-feira (11), a aplicação do imunizante AztraZeneca em gestantes com comorbidade e informa que nenhuma grávida foi imunizada com essa vacina no município. A decisão acontece após a emissão de nota técnica da Agência, nesta segunda-feira (10).

De acordo ainda com o comunicado, “a orientação é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas Covid em uso no país. O uso ‘off label’ de vacinas, ou seja, em situações não previstas na bula, só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente. A bula atual da vacina contra Covid da AstraZeneca não recomenda o uso da vacina sem orientação médica”, explica a Anvisa.

A medida acontece após o Ministério da Saúde investigar o caso de uma mulher grávida que foi a óbito após ser imunizada com dose de vacina da AstraZeneca, no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (10).

Segundo o Ministério da Saúde, em nota, “cabe ressaltar que a ocorrência de eventos adversos é extremamente rara e inferior ao risco apresentado pela covid-19. Neste momento, a pasta recomenda a manutenção da vacinação de gestantes, mas reavalia a imunização no grupo de gestantes”, afirma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *