Vôlei Osasco recebe troféu da Superliga Feminina

Osasco São Cristóvão Saúde encerra sua participação na temporada 2020/21 no Top 3 da Superliga Banco do Brasil. Na manhã desta segunda-feira (29), no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema, no Rio de Janeiro, a equipe recebeu as medalhas e o troféu pelo terceiro lugar, erguido pela capitã Roberta. A posição no pódio foi garantida em função campanha de superação construída ao longo da competição, com a vice liderança na fase de classificação.

“Nós queríamos mais. Nos preparamos para chegar à final e disputar o título. Nosso maior desejo era dar a alegria da conquista para os nossos torcedores, que sempre nos apoiam, especialmente nesse ano tão difícil por conta da Covid-19. Infelizmente não foi possível e é preciso reconhecer os méritos do Praia, que é um grande time e fez uma boa semifinal. Para nós, o momento é de seguir em frente e pensar no futuro, mas consciente da entrega desse grupo, dos resultados conquistados e do orgulho de lutar o bom combate”, afirmou o técnico Luizomar, referindo-se ao título do Campeonato Paulista e as medalhas de bronze na Copa Brasil e Superliga.

A temporada 20/21 da Superliga não foi fácil para nenhuma equipe. Algumas sentiram mais em função do surto de Covid-19. Foi o caso de Osasco, que teve praticamente todo o grupo de atletas e parte da comissão técnica infectados. Luizomar chegou a ficar 11 dias na UTI. “A vida está sempre nos ensinando lições. Nessa pandemia, aprendemos a valorizar ainda mais o lado humano na sua essência, que começa com a saúde. Felizmente, todos em Osasco se recuperaram e não sofreram com sequelas. E depois mostramos forças para manter o nível em quadra, superando altos e baixos, até levar o time a mais uma semifinal de Superliga, a 19ª consecutiva”, acrescentou Luizomar.

A líbero Camila Brait fez questão de agradecer ao grupo. “Representar Osasco, a capital mundial do vôlei feminino é uma honra. E esse terceiro lugar representa toda a nossa luta e orgulho de vestir essa camisa. Chegamos juntas a esse pódio e quero também agradecer ao comprometimento de todas as minhas companheiras de quadra e à comissão técnica. Cada um de nós deu o máximo nessa temporada para superarmos todas a dificuldades, sorrir e chorar e seguir em frente, porque unidos somos mais fortes”, ressaltou.

“A Superliga é um dos campeonatos mais fortes do mundo e terminar entre as três forças do vôlei feminino do Brasil é, sim, motivo de orgulho. Não estamos felizes. Tenho certeza que tínhamos condições de ter avançado até a final, mas o esporte é assim. O importante é seguir em frente, aprender com os erros e crescer. Sei que a torcida está machucada tanto quanto todas nós, mas só podemos agradecer todo o apoio, o respeito e pedir que sigam juntos com a gente. Porque podemos ter perdido uma batalha, uma batalha importante, é verdade, mas a guerra continua na próxima temporada”, comentou a oposta Tandara.

O técnico Luizomar faz coro com a sua atleta e estende os agradecimentos aos parceiros e patrocinadores, fundamentais para a manutenção do projeto. “É importantíssimo dizer muito obrigado publicamente ao Grupo São Cristóvão Saúde, nosso patrocinador máster e que, além de nos apoiar em todas as horas, desenvolve um trabalho essencial na linha de frente no combate ao coronavírus. Também quero externar nossa gratidão aos demais parceiros: Bradesco, iFood, Audax, EcoOsasco, Reserva Raposo, Hummel, Grupo 3 Corações e especialmente à prefeitura de Osasco, na figura do prefeito Rogério Lins”. 

Elo com o torcedor – Além do 15° título estadual, o terceiro lugar na Copa Brasil e da Superliga e a superação de um sério surto de Covid-19, Osasco registra mais um fato marcante na temporada 2020/21. Apesar do ginásio José Liberatti não ter recebido público em nenhum jogo, o clube conseguiu estreitar os laços com sua torcida. “Desde o início da pandemia, que encerrou precocemente a temporada 19/20, lançamos mão das ferramentas digitais, como lives, treinos on-line, webinars, apresentação virtual de jogadoras, tudo para manter e fortalecer esse elo. E culminamos com a criação do nosso programa sócio-torcedor”, analisou o gerente de marketing do clube, Beto Opice.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *