Programa de redução de salários e suspensão de contratos será retomado pelo Governo Federal, afirma Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse na terça-feira (2) que o governo vai renovar o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda (BEm). A medida autoriza os empregadores a reduzir as jornadas de trabalho e os salários e até a suspender os contratos de trabalho dos funcionários. Em contrapartida, o governo paga um benefício para complementar a perda salarial.”Conseguimos não só não perder nenhum emprego, como gerar 140 mil novos empregos. Vamos renovar esse programa”, afirmou o ministro, em entrevista à rádio Jovem Pan. 

No entanto, Guedes não anunciou as datas para a nova rodada do BEm e nem afirmou qual será o impacto financeiro para a União. No ano passado, o programa teve um custo estimado de R$ 51 bilhões e duração de três meses, mas que foi prorrogado ao longo do ano e, após duas mudanças, durou nove meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *