GCM de Osasco prende suspeito em operação de combate a falsos entregadores de aplicativos

Operação realizada na quinta-feira, 24/9, pela Guarda Civil Municipal de Osasco, com viaturas da ROMU e ROMO (motocicletas), na Avenida Sarah Veloso, para combater a incidência de roubos praticados por falsos entregadores de aplicativo, resultou na condução de um suspeito para o 8º Distrito Policial (Vila Yolanda) para averiguação.

Segundo o inspetor GCM Paulo Henrique, durante a abordagem constatou-se que o suspeito tem várias passagens pela polícia, está sob condicional e apresentou falso alvará de soltura (em nome de outra pessoa). A moto que o suspeito conduzia também foi apreendida para checagem sobre sua origem.

Durante a operação foram abordados 34 veículos, entre carros e motos, e houve 36 pessoas averiguadas. A GCM, vinculada à Secretaria de Segurança e Controle Urbano da Prefeitura de Osasco, utilizou na ação quatro veículos da ROMU, quatro operacionais, e quatro motocicletas da ROMO.

As operações vão prosseguir nos próximos dias e estão sendo feitas por conta de denúncias dando conta desse novo tipo de ação de criminosos em diversos pontos da cidade, principalmente em áreas mais próximas ao centro, como Bela Vista, Campesina e Santo Antônio.

Nas ações, os criminosos batem à porta das residências se fazendo passar por entregadores e nas ruas abordam pedestres e motoristas nos faróis. O uso de bolsas características de entregadores é apenas um artifício para tentar enganar cidadãos e não levantar suspeita da polícia.

Como aumentaram nos últimos meses os pedidos de delivery em razão da pandemia e, por extensão, o de entregadores, a GCM recomenda que antes de abrir os portões para retirada de pedidos, a pessoa se certifique de que as bolsas tenham logotipo que identifique a empresa de entrega.

Deixe uma resposta