Osasco e cidades da região regridem para a fase laranja do Plano São Paulo

O Governador João Doria anunciou nesta sexta-feira (7) a décima atualização do Plano São Paulo de enfrentamento ao coronavírus e reabertura gradual e faseada da economia. A quarentena foi prorrogada até o dia 23 de agosto. Nove áreas de DRSs (Departamentos Regionais de Saúde) progrediram de fase e estão agora na etapa amarela, menos restritiva em relação às atividades econômicas e à mobilidade social. São elas: Araçatuba, Bauru, Campinas, Marília, Piracicaba, Ribeirão Preto, São João da Boa Vista, Sorocaba e Taubaté. A medida passa a valer a partir deste sábado (8), excepcionalmente.

Já a sub-região Oeste da Grande São Paulo, que abrange municípios como Osasco, Carapicuíba, Barueri e Itapevi, regrediu para a fase laranja, onde permanecem as regiões de Barretos, Presidente Prudente, São José do Rio Preto e sub-região Norte da Grande São Paulo.

A fase laranja onde encontram-se esses municípios permite funcionamento com 20% da capacidade de público em escritórios em geral, imobiliárias, comércio de rua, shoppings e concessionárias. A abertura é restrita a quatro horas diárias, todos os dias, ou seis horas durante quatro dias e fechamento por três.

Com a atualização, 86% da população do estado está em regiões localizadas na fase amarela. A capital, as sub-regiões Sudoeste, Sudeste e Leste da Grande São Paulo, a Baixada Santista e Araraquara permanecem na etapa amarela, fase que permite reabrir bares, restaurantes e salões de beleza com 40% da capacidade, além de academias com 30% de vagas e expediente limitado a seis horas por dia. A permanência por 28 dias seguidos na fase amarela também permite a reabertura, com limitações, de espaços culturais como museus, bibliotecas, cinemas, teatros e salas de espetáculos.

Das 17 áreas de DRSs estabelecidas no Plano São Paulo, apenas Franca e Registro permanecem na etapa vermelha, com restrição total ao atendimento presencial de comércios e serviços não essenciais.

16 comentários em “Osasco e cidades da região regridem para a fase laranja do Plano São Paulo”

  1. Osasco não deveria entrar na fasearanja de jeito nenhum, teria que voltar para a fase vermelha direto, muitos casos aumentando, ninguém respeita ninguém, tudo sem máscara, as pessoas não tem consciência de nada, na minha opinião Osasco não deveria estar em fase de reabertura de nada, só serviços essenciais .

    1. Concordo plenamente com a opinião do Gilmar. Eu só saio de casa 2 vz na semana por necessidade e quando ando pela rua vejo pessoas sem máscaras ou as máscaras abaixadas no queixo não respeitando o uso adequado e correto.
      Também tem estabelecimentos que como o Supermercado Rossi do Helena Maria que não respeitam o distanciamento minimo. No dia 04.07.20 estive no estabelecimento e fiquei espantado com o número de pessoas dentro do estabelecimento.

    2. Também concordo, Osasco deveria voltar pra fase vermelha, as pessoas não estão respeitando nada, fazem aglomeração sem necessidade. Grande parte das pessoas não estão usando máscaras. Assim não pode ficar!

  2. O prefeito Rogério Lins, pegou covid-19, a esposa e não está nem aí com os munícipes. O que interessa é reeleição. E ficar bem com os comerciantes. Sinceramente decepcionada com atitude dele.

  3. Osasco deveria estar na fase vermelha ainda. Pessoas sem máscara nas ruas. Bares abertos à noite. Não existe fiscalização. Povo sem noção do perigo.

  4. Vejo sim muitas pessoas de mascara , os comércios estão com todo o cuidado com os seus clientes. Não falta álcool em gel e nem deixam de medir a temperatura.
    Ontem a funcionários da prefeitura estavam fazendo a detetizacao nos pontos de ônibus .
    O cuidado vem de cada um , procurar sair no horário que não tenha muita gente . Fora os cuidados dentro da sua própria casa .

  5. Sem comentár nos bares abertos e etc, onde as pessoas ficam sem máscara, pessoas sem respeito ao prox.
    Pessoas comendo nos transportes públicos sem mascara. Transportes lotados e pessoas sem consciência. Osasco continua sendo na minha opinião sendo um trem desgovernado.

  6. Criticar é fácil para quem tem capacidade de sobreviver ,os comércios geral deveriam estar aberto como mercados atacadões posto de gasolina padaria se estes estão imunes todos estão,

  7. Também concordo, Osasco deveria voltar pra fase vermelha, as pessoas não estão respeitando nada, fazem aglomeração sem necessidade. Grande parte das pessoas não estão usando máscaras. Assim não pode ficar!

  8. Em Barueri não tem feito nenhum teste a população, um município com um orçamento de mais de três bilhões de reais, só esta quebrando o que está feito para fazer de novo, máscaras e álcool deveria ser distribuído ao munícipe nada.

  9. Barueri não é diferente, até o momento não foi feito nada teste para a população, orçamento de três bilhões de reais, não temos vereadores para cobrar da secretaria de Saúde e o executivo.

Deixe uma resposta