Metrô pode ter greve com catracas livres nesta quarta-feira

Na manhã desta segunda-feira (29), Sindicato dos Metroviários e Metrô fizeram a segunda reunião de negociação da Campanha Salarial e representantes da categoria informaram que se não houver recuo nos ataques contra a categoria, os trabalhadores vão paralisar as atividades no nesta quarta-feira (1º).

A novidade por conta da greve é que metroviários podem realizar uma greve diferente. O modelo da paralisação poderá ser com as catracas liberadas, e com os trens operando normalmente, segundo uma live promovida pela entidade na noite desa segunda-feira, 29 de junho.

Os representantes dos trabalhadores devem bater o martelo em uma assembleia online nesta terça, para definir o rumo da greve e se implantam o modelo catraca-livre. A categoria diz que o Metrô quer reduzir benefícios e impedir o aumento de salários.

Além da greve marcada, a categoria está realizando uma forte mobilização contra a retirada dos direitos históricos, com uso de coletes, adesivos e botons. A luta não é por aumento salarial, mas pela manutenção do Acordo Coletivo, dos direitos e do Plano de Saúde.

Deixe uma resposta